O que você realmente deveria ser? Funcionária ou Empreendedora?

Tempo de leitura: 4 minutos

Escolher a carreira certa pode ser uma das escolhas mais difíceis que você precisa fazer em sua vida. Uma carreira na qual você não apenas gosta de fazer o que escolheu, mas também te faça ter sucesso afeta imensamente a sua vida em diversas áreas. Mas você explora todas as suas opções antes de tomar uma decisão?

Para a maioria das pessoas, seja como funcionária ou empreendedora, a carreira desencadeia efeitos em suas vidas pessoais no que se refere à família, amigos, relacionamentos, interação social, etc. Selecionar o caminho certo para você não é uma competição contra o tempo ou contra outras pessoas, mas um fator sério que determina sua busca de felicidade, realização pessoal e satisfação geral.

Se você tem dúvidas do que escolher, este artigo é para você. Fiz um checklist que você pode usar como um guia para ajudá-la a determinar se você deve ser uma funcionária ou empreendedora.

O emprego formal é para você se…

Você tem várias responsabilidades e nenhuma reserva financeira

Se você ainda está pagando seus empréstimos e dívidas, tem uma família para cuidar, e seu fundo de emergência é insuficiente, então o emprego seria uma opção melhor. O empreendedorismo é arriscado demais, especialmente se você ainda está começando e é algo que você não pode levar por muito tempo sem ganhar nada.

Você prefere oportunidades de trabalho flexíveis

Algumas empresas que permitem que você trabalhe em casa e até pagam pela estrutura de se ter um escritório em casa. Se essa configuração for viável para você, esse tipo de emprego fornecerá a você o ambiente de trabalho autônomo com a estabilidade de um emprego em tempo integral.

Você prefere trabalhar em um horário definido ao invés de estar de plantão 24h

Se você é do tipo que deixa de pensar no trabalho no momento em que fecha seu computador, um estilo de vida de trabalho das 9h às 17h combina com você. Ele permite que você se concentre em suas paixões e hobbies após o horário de trabalho.

O lucro do seu negócio é menor do que o seu salário

Não desista do seu trabalho se a sua empresa não estiver trazendo renda substancial do que o seu emprego em tempo integral, a menos que você tenha uma grande reserva financeira. Ao calcular isso, leve em consideração quanto você pagará pelos impostos e não se esqueça da reserva que deve fazer para quando decidir se aposentar.

Empreender é para você se…

Você adora correr riscos

Da aquisição de potenciais clientes ao aumento do lucro, o empreendedorismo é um ambiente bastante diferente em comparação com o emprego em tempo integral, onde você faz a mesma rotina todos os meses. Se você é da linha “alto risco e alta recompensa”, o empreendedorismo combina com você.

Você floresce sob pressão

Nos negócios, você ganha de acordo com a produção ou trabalho que produz, diferente de um trabalho em tempo integral, onde você ganha com base no número de horas em que você está disponível. Se você é do tipo que prospera sob pressão e sempre procura maneiras de crescer e melhorar, o empreendedorismo pode ser sua vocação.

Você sabe como se vender

Manter o seu negócio vivo significa vender e comercializar o seu negócio para potenciais clientes. Se uma sala com estranhos te emociona, então você tem o sangue de um empreendedor que pode conseguir clientes e distribuir cartões de visita acessíveis por meio de

Você não é uma especialista, mas sim uma “faz-tudo”

Você é o profissional de marketing quando você é a empreendedora, a diretora de RH, a diretora de finanças, a vendedora que entrega cartões de visita e a especialista em desenvolvimento de negócios, tudo em uma só figura. Se você ama o autodesenvolvimento e o aprendizado contínuo, você foi feita para o empreendedorismo.

Você tem uma base de clientes leais e sua receita continua a crescer

Se você está crescendo bem no seu negócio paralelo, está na hora de você sair do seu emprego e entrar de vez no mundo dos negócios. Antes de se tornar uma empreendedora e pular de navio, certifique-se de que sua empresa esteja estável o suficiente e continue crescendo. É a sua garantia de comida na mesa e você precisará da sua empresa para viver e cobrir suas despesas.

Lembre-se sempre de que escolher seu caminho, seja ele corporativo ou empreendedor, não é uma competição de popularidade, mas uma decisão vitalícia com um efeito significativo, tanto em sua vida profissional quanto pessoal. Ambas as opções têm seus prós e contras. E ambas as opções podem lhe trazer alegria e sucesso. Então, escolha seu caminho com sabedoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *